domingo, janeiro 04, 2009

CAVACO PAROQUIAL



Cavaco não desperdiça uma única oportunidade para promover o mito de si próprio. Na chamada mensagem de ano novo, não poderia ter sido mais certeiro no uso do seu tão característico tom paroquial, para exibir empenho e preocupação pelos temas a que os cidadãos são infalivelmente vulneráveis. O seu propósito pessoal consistiu em manter sobre a sua pessoa o habitual embevecimento dos media, que se apressaram a dissecar-lhe o discurso na ânsia de descobrir magnificência onde apenas existem trivialidades. Entretanto Cavaco persiste na sua caminhada para a consagração final: ganhar as próximas eleições com 90% de votos. É o mesmo que dizer que grande parte dos portugueses de esquerda cairão como patinhos e votarão Cavaco. Os tais portugueses que sempre lhe provocaram e provocarão intensa repugnância. E que Viva Portugal! Que Viva!!
[P]

Pintura > Francis Smith (1881-1961), Portugal
> Procissão

0 Comentários:

Enviar um comentário

Ligações para este artigo:

Criar uma hiperligação

<< Home