domingo, março 16, 2008



[PF #13] Perfurações.

No Insónia, Henrique Fialho protesta contra a proposta de lei que permitirá
à ASAE passar a fiscalizar, não apenas os sítios públicos, mas também os sítios
púbicos
supostamente privados. Ora, o que a ASAE pretende, é apenas manter
os bons costumes, a moral. Até porque em tempos ainda houve no país umas
suspeitazitas de corrupção, de pedofilia, de crimes de colarinho branco, de jogos
de interesses autarquias/construção civil, de futebol/autarquias, ou diversos
outros vice-versas. Mas não. Está categoricamente provado que Portugal é um
país de cara lavada, repleto de gente de bem, sem o mais leve resquício de dívidas
ao fisco, gente que vai à missa ao domingo, que vive pacatamente em seus pacatos
condomínios fechados. Está tudo nos conformes, incluindo a situação económica
criada por Cavaco no tempo das vacas gordas, temos sol, pobrezinhos já não há,
a classe média floresce como a Primavera em todo o seu esplendor. E vem agora
esta malta nova a querer abalar a ordem vigente ostentando brincos e piercings
e tal. Ainda por cima devem ser todos uns fumadores do caraças. Dá mau aspecto.
Portanto, deixem lá a ASAE continuar a zelar pelo progresso do país, providenciando
a saúde dos cidadãos. É tudo feito a pensar em nós, não é?

Etiquetas:

2 Comentários:

Blogger Maria Filomena Barata escreveu...

Como sorte, se não formos nós a fiscalizar a fiscalização da ASAE, ainda nos vêm a casa contar os copos de Borba que sossegadamente deixámos para o jantar, altura em que em paz podemos fumar ... e, com mais sorte ainda (desculpem-me se usar algum tom um pouco mais brejeiro do que o usual), podemos tê-los também a controlar a qualidade do colchão onde nos vamos, deitar depois do Borba ter exercido o bom efeito relaxante que dele esperamos...
Com mais sorte ainda mais, se não fisacalizarmos nós a sua acção, ainda temos em Portugal, de novo, lugar para só alguns terem direito ao prazer ... tal Ballets Roses da perfeição moral!
Um abraço, enquanto ainda deixam andar as MulheresaoLuar. Porque, com sorte, a ASAE também nos vai controlar.

20 março, 2008 17:30  
Blogger Maria Filomena Barata escreveu...

peço desculpa, onde se lê vamos, deitar ... deve ler-se "vamos deitar".
E, perdoe-me a ASAE que, pese já ter sorvido hoje bastantes cigarros, ainda não entrei na fase do Borba tão a gosto do serão.

20 março, 2008 17:34  

Enviar um comentário

Ligações para este artigo:

Criar uma hiperligação

<< Home