quarta-feira, fevereiro 15, 2006

ÁLVARO LAPA (1939-2006)



Sábado, 11 de Fevereiro, morreu o pintor Álvaro Lapa. Figura fundamental da arte
portuguesa contemporânea, nasceu em Évora em 1939, fixando-se no Porto a partir
de 1973. Aprendemos com ele, ao olhar a sua escrita pictórica, uma dimensão estética
e poética do despojamento.

A sua última exposição está patente na Galeria Fernando Santos, R. Miguel Bombarda,
Porto. Até 7 de Março.

Pintura > Álvaro Lapa (1939-2006)
> Presidiáriamente, 2005
[R]

Etiquetas:

1 Comentários:

Anonymous propanolol escreveu...

Álvaro Lapa morreu mas não morreu. É que agora fiquei a pensar no que o amigo Roteia diz sobre o "choque" possível entre "imagem" e "palavra" no seu artigo "globalização e terror". Quero eu dizer: a "imagem" que mostra a pintura de Álvaro Lapa remete-nos para algo mais profundo da natureza humana, onde todos somos apenas pessoas, nada mais que isso, nada menos que isso.

17 fevereiro, 2006 14:32  

Enviar um comentário

Ligações para este artigo:

Criar uma hiperligação

<< Home